Approve Mask

APPROVE MASKS NO COMBATE À COVID-19

Cuidado e segurança são palavras de ordem nesse período delicado que enfrentamos. Confira a campanha de doação de máscaras de proteção lançada por Approve.

Publicado em 17/08/2020


IT'S A GOOD DAY! Mais do que fazer roupas iradas, nós da Approve gostamos de acreditar que todo dia é um bom dia. Dia pra ser diferente, único, compartilhar bons momentos e transmitir as melhores energias. Mas, o Brasil e o mundo vivem um momento delicado causado pela COVID-19 e, por isso, nos desafiamos a continuar transmitindo essas boas vibrações e exercer nossa responsabilidade com o coletivo. Mais do que nunca, é hora de colocarmos nossa missão em prática.

Então, já que estamos inseridos dentro do segmento de moda e confecção, tomamos a iniciativa de criar uma campanha de doação com a nossa cara: a cada compra no site, a Approve se comprometeu, no início da pandemia, a doar máscaras de tecido para instituições que estão na linha de frente do combate ao novo coronavírus. Você consegue ajudar comprando qualquer produto Approve - não importa o valor.

Além disso, as máscaras de proteção também estão disponíveis para a compra. Cada unidade custa R$39,99 e sua compra também resulta na doação para as instituições eleitas.

Elas são reutilizáveis e feitas com duas camadas de tecido: uma 100% poliéster para garantir maior durabilidade e resistência e a outra em algodão 100% (conforme novas orientações do Centro de Controle de Doenças, da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde). Têm alta eficácia, 95,15%* no bloqueio do vírus e contam com a vantagem de serem laváveis - basta lavar com água e sabão, deixar secar a passar com ferro quente.

As primeiras doações já foram feitas lá no início de maio. A Casa do Consolador, a ONG Viva ZN, o Hospital Tide Setubal e o Hospital Público do ABC foram os primeiros a receberem as máscaras.

E nós não vamos parar! Junte-se a Approve no combate contra o COVID-19 e doe máscaras para quem precisa!

*O estudo realizado na Universidade de Qindao, na China, investigou o percentual bloqueio do vírus em aerossóis, as máscaras de tecido demonstram ter 95,15% de eficácia, contra 97,14% de eficácia das máscaras cirúrgicas e 99,98% das máscaras N95.

FONTE: pfarma.com.br